arquivo

Arquivo da tag: Pornografia

Acho que nas últimas duas semanas fiquei levemente obcecada por este nome. Eu estava à toa na vida quando um belo dia Marlany me falou que tinha visto um ator pornô que era um belo de um espécime. Você pode ter certeza de que se uma amiga sua te passa o nome de um ator pornô ela realmente é sua amiga. E me repassou o nome: Manuel Ferrara. Ok, na hora não dei bola, nunca dou. Não conheço muitos atores pornô na verdade, não coleciono pornografia (a coleção que me deram joguei no lixo), não consumo tanto quanto eu talvez realmente devesse. Já vi algumas coisas do Rocco (antigo, bem conhecido) mas não o suficiente para adorá-lo e outras do James Deen (novo, conhecido), mas não sei, ele tem muito jeito de garotão, bom moço, ele é gracinha, mas sei lá, meio exibicionista, não sei bem o que me irrita nele. Até então eu não tinha achado nenhum ator que me apetecesse muito. Mas o Manuel… Bem.. Eu tenho analisado ele há alguns dias (e noites) e até então tem me agradado bastante.

Ele é um cara atraente, mas não muito. Se eu o visse na rua, provavelmente olharia duas vezes, mas na segunda vez pensaria “nah, é bonito mas tem cara de bobo, whatever“. E esse é o tipo de exigência que vai me fazer permanecer sozinha por um bom tempo. Mas é realmente impressionante o quanto o rosto desse homem se transforma enquanto ele está fazendo amor (sim, vou usar esse termo agora, foda-se). Ele fica absurdamente bonito. Eu me perco nas expressões do rosto dele, me deixam meio que sem ar e coçando atrás da orelha (quando eu me coço é um bom sinal, acredite em mim). É claro que ele tem o básico de um ator pornô (que apareça nos vídeos): um corpo lindo de morrer e é bem dotado. Mas não é isso que o destaca, porque bem, todos os atores pornô devem ser assim, não? Digo “que apareça nos vídeos” porque na maioria da pornografia feita pra homens, os homens simplesmente não aparecem, eles são subtraídos das filmagens. O que eu acho chato, mas enfim.

No RedTube tem alguns vídeos dele, ainda não vi todos, estou assistindo devagar. Felizmente não sou homem e posso degustar pornografia sem tanta pressa, arrisco dizer até com mais prazer. Não é algo mecânico, algo que preciso fazer pra não matar alguém na rua. É algo que faço quando estou a fim (olha só que maravilha: eu posso ter controle sobre isso!), quando o dia está bom, quando tenho alguma inquietação que não passa mas não sei bem qual é (e geralmente é essa mesma que você está pensando). Não consumo: eu usufruo, o mais lentamente possível. É bom porque aí não enjoo tão rápido assim, pesquiso, leio algumas coisas, procuro por outras. Li o blog dele no tumblr e descobri que ele fez judô por anos e é formado em educação física, que era pra ter dado aulas. Ele contou brevemente sobre a relação dele com a indústria pornográfica de como ele meio que entrou de pára-quedas e não conseguiu mais sair, etc. Mas não sei… Pessoalmente eu fico mais feliz em saber que ele não virou um professor de educação física desconhecido no interior da França. Enfim..

Tem vários vídeos dele no site, alguns bons, outros nem tanto, alguns foram terrivelmente mal filmados, tão mal filmados que ficaram broxantes (é um enquadramento de merda, não dá pra ver nada). Mas alguns são bastante bons. De cair o queixo, eu diria. Daqueles que você se pega franzindo a testa e dizendo quase que emudecida “meu deus do céu”. Ele é protegido do Rocco e tem um cacoete (opa!) parecido com o dele que é o seguinte: não importa quantas mulheres lindas e maravilhosas ele já comeu, quantas coisas ele já fez, quantos filmes ele já participou… Todas as mulheres que ele pega nos vídeos parecem que são as primeiras. É sempre um deslumbre, um “uau!” pra cada teta ou qualquer outra parte que apareça… Antigamente eu achava isso engraçado, mas ultimamente tenho entendido um pouco mais. Acho que eu achava graça porque a expressão de surpresa do Rocco, por exemplo, é muito mais forçada. A do Manuel nem tanto mas ainda róla aquela vibe “tenho 15 anos nunca comi ninguém” (que, por algum motivo que desconheço, é muito excitante) e nego parece que sabe que isso faz uma mulher – tanto a atriz, quanto a que assiste – se sentir especial.

Acho que esse é um truque que todos os caras usam na real, pra fazer todas se sentirem especiais. É bom, é interessante, mas é bom ter em mente que não passa de truque, como vários outros. Existem alguns vídeos que tem mulheres feias e esses eu não assisto. Sim, tenho preconceito contra mulheres que acho feias e também com meninas muito novas, ditas “teens” (porque né, teens o cacete, elas só são pequenas). O último vídeo que assisti do Manuel com uma teen aleatória foi hilário: a menina estava se achando a última bolacha do pacote e ele acabou com ela. Não, ele não agrediu, nem a humilhou, nem nada disso: ele só fez o que sabe fazer de melhor. Enfim, o cara tem uma disposição de atleta, só isso. Não foi excitante (porque a menina era uma idiota broxante), mas foi ótimo assistir. Não assisti pelo tesão, mas sim pela maldade – não me julguem, muita gente faz isso. Alguns dos vídeos tem climinha outros não tem clima nenhum. Traduzindo: alguns parecem cena de putaria da novela das 8 outros parecem só pornografia normal pra homem mesmo. Não sei dizer ainda se tenho preferência ou não.

Tem um detalhe que sempre me chama muito a atenção, como o uso das mãos, por exemplo. Particularmente, eu acho isso lindo de morrer. Sempre achei, minha vida inteira. No caso do Manuel Ferrara, é quase que uma marca registrada. E é curioso que quando uma mulher fala que “gosta de observar as mãos” sempre pensam no óbvio: é pra ver se o cara “tem pegada”, se o cara sabe onde pegar, sabe como mexer, etc. E não é nada, nada, nada disso. Nunca foi. Nunca vai ser. Que porra, eu não sou um homem. Eu não vejo o que as mãos fazem, eu vejo os movimentos, o timing, a forma que elas se harmonizam com o que está acontecendo. Uma das coisas mais entesantes pra mim nos vídeos do Ferrara é a forma que ele abraça as mulheres. Sim, um abraço. Ok, tá, a meteção é bacana, mas isso é praticamente um dever dele, é o trabalho dele. Mas o abraço, a ternura, isso me mata, me tira do sério, isso me faz dizer “ai meu deus”. A forma que ele segura com delicadeza o rosto das meninas (a não ser que a situação peça que não). A forma com que ele sussurra sabe-se-lá o que no ouvido delas que as faz sossegar. É muita beleza, é realmente muito bonito… Não tenho nem o que dizer.

Enfim… Manuel é o tipo de cara que tem que ser um patrimônio da humanidade. É um homem maravilhoso, que eu vou recomendar pra todas as minhas amigas. Meu deus, que homem bom.

Manuel_Ferrara

%d blogueiros gostam disto: