arquivo

Arquivo da tag: Passarinhos

– Passarinhos são efêmeros..

– Espalharei alpiste em mim. Farei de meu corpo uma arapuca. 

– Todo corpo é arapuca.

– (Todo corpo é arapuca. Todo. Corpo. É. Arapuca. Armadilha… Ah… Isso é bom. Isso é bom…)

(…)

– Verbos denotam ações. Armadilhas denotam não ações.

– Armadilhas esperam. Aguardam. Confiam.

(…)

Me espere.

Me aguarde.

Confie em mim.

Estava concentrada na planilha. De repente começo a ouvir um grito. Não dava pra chamar aquilo de pio, era um grito mesmo, um bicho estava chamando alguém, parecia. E estava muito próximo, pois conseguia ouvir perfeitamente, o gritinho. Suspeitei. Parei o que estava fazendo. Levantei, delicada e lentamente a persiana. Do outro lado da janela, gritava um periquito, pequeno, bem verdinho. O bico era amarelo com um detalhe laranjado.  Ele viu que a persiana estava levantada, mas não voou de imediato, assustado. Ele parecia estar mais assustado de estar onde estava, naquela altura. Gritou mais um pouquinho e como viu que não dava resultado, saiu voando, dessa vez mais pra baixo. Sorri. Voltei a me concentrar na planilha.

A primeira coisa mais linda do mundo de se ver neles é quando eles ‘tomam banho’ em areia.

A segunda coisa mais linda, é vê-los admirarem-se em frente a um espelho.

Hoje, passando em frente a uma garagem de um prédio que tem aqueles espelhos redondos, flagrei um pequeno azulzinho bicando-se alucinadamente em frente ao espelho. Foi uma boa imagem pra se guardar na memória pro resto do dia.

 

%d blogueiros gostam disto: