Malas

Mantenho duas malas na minha sala de casa. Enormes. Velhas. Ok, antigas. Não tenho outro lugar para colocá-las em casa. Minha casa é pequena. Não gosto das malas na minha vista. Me dá uma sensação estranha. Me dá uma sensação de que preciso ir embora. Mala vazia é uma coisa muito triste. Em uma das malas eu coloco as roupas de verão enquanto está inverno e de inverno enquanto está verão. As malas são feias. Eu nunca mais usei essas malas (desde q me mudei pra cá, pelo menos). Eu não preciso de tanta coisa assim. Eu não preciso de coisas feias na minha casa, ocupando espaço, sem utilidade alguma. Essas malas precisam IR. E elas vão hoje mesmo. Não que eu não precise de malas, preciso, de novas, bonitas, compro outras, foda-se. Não preciso mais destas. Vão pro lixo, mesmo. Vou aproveitar o ensejo e também me livrar da minha escrivaninha, que acho feia. Pesada. Ocupa um espaço imenso e desnecessário na sala. Quero uma escrivaninha menor, xerife, onde só cabe o laptop e algumas coisinhas. Preciso de menos e melhor. Preciso de coisas que sejam minhas desde o início.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: