Erótico

Mês passado eu tive um sonho erótico. Eu não ia escrever sobre ele, mas ele tem me perturbado tanto e ficado de forma tão persistente na minha mente até então que acredito que se eu escrever sobre, talvez ele desapareça. Sonhos eróticos para mim são raros, mas às vezes acontecem, nunca sei bem porquê. Não acho que seja pela falta de sexo ou por algum desejo latente. Talvez seja pela falta do sensual na minha vida, mesmo. E esses sonhos nunca acontecem com pessoas que eu quero que aconteça, mas sim com pessoas completamente aleatórias. Quando acontecem com alguém que quero, o erotismo, no sonho, tende a não fazer sentido algum, simplesmente. E os sonhos eróticos que tenho, geralmente são um tanto quanto esquisitos e raramente envolvem sexo propriamente dito, com penetração, etc.

É sempre mais uma atmosfera mesmo, de que “algo está rolando”.

Com este sonho não foi diferente.

Mas o que mais me perturba nesse sonho foi a pessoa que estava nele. O cara é praticamente um semi-desconhecido. Nunca troquei frase alguma com ele. Só o conheço de internet, por observá-lo – ele escreve e é relativamente famoso. Certa vez, uma amiga disse que uma outra amiga (sim) trepou com ele e que ele trepa mal. Acho que fiquei com este dado na cabeça por algum motivo que desconheço. De qualquer modo, o cara não faz o meu tipo em nenhum sentido. Ele é bonitinho demais. Charmoso demais. Tem toda aquela aura de escritor, pela qual as menininhas ficam loucas. Escreve bem, de fato. É engraçado e parece limpo. Não gosto do cabelo dele. E eu poderia ficar aqui falando sobre todos os high stakes que uma mulher na minha idade bota pra não arrumar caso com cara que não vá dar em nada, mesmo.

Mas eu sonhei com ele. E foi um sonho erótico.

Não é de hoje que eu tenho um pézinho no frotteurismo, embora o meu frotteurismo nunca seja público. Mas tenho essa coisa com tecidos e roupas e um jogo de mostrar e esconder, que acho excitante demais. E esse cara é completamente desprovido de estilo. Ele é completamente plano. Calça e camiseta. Ok, tudo bem. Lá estava eu no meu sonho, não lembro muito bem o que fazia, só me lembro que estava de bruços. Provavelmente estava dormindo assim. E de repente essa criatura se aproxima, como se rastejasse lentamente por cima de mim. Aquilo me incomoda, mas eu não me movo e não o mando sair. Ele está completamente vestido e eu também. Ele, rígido, se encaixa na minha bunda e fica se esfregando muito lentamente em mim enquanto sussurra a leitura de um livro (!!!) no meu ouvido direito. Eu, percebendo que aquilo era sonho, não acreditava e pensava “o que esse paspalho tá fazendo aqui?”

Mas a eu que estava no sonho estava completamente em transe e curtindo à beça. Enfim. Absolutamente nada aconteceu. Nem beijo, nem penetração, nem mucosas. Mas sinceramente, não me lembro da última vez que sonhei algo tão erótico assim.

Espero que depois de ter escrito isso eu consiga tirar esse sonho da minha cabeça de uma vez por todas.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: