Eu sou o eu

Eu venho do vazio à luz,
Eu sou o sopro que nutre a vida,
Eu sou aquele vazio, o oco além de todas as consciências,
O Eu, o Id, o Todo.
Eu reteso meu arco dos arco-íris atravessando as águas,
O continuum de mentes com matéria.

Eu sou a inspiração e a expiração do sopro,

A invisível, intocável brisa,

O indefinível átomo da criação.

Eu sou o Eu.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: