Feliz ano novo

Em 2016, não desejo que você tenha prosperidade, mas que você seja próspero. Não espero que encontre um novo amor, aquele amor, ou reacenda a chama do seu amor. Desejo que você viva o amor todos os dias da sua vida. Que ame e sinta-se amado.

Em 2016 não espero que o ano te traga saúde. Mas desejo que você aprenda a cuidar da sua saúde. E comece, agora, a criar o seu futuro eu, muito mais saudável.

Não desejo que você se prenda a um emprego garantido. Mas que você expresse os seus talentos todos os dias. Ou, pelo menos, na maior parte do tempo. E encontre o sucesso de quem faz o que ama.

Não espero que você espere por dias melhores. Que os dias que virão tragam paz a você e ao mundo. Peço que seja o maior agente da paz. Da sua paz. E aprenda a voltar para o seu centro sempre que precisar.

A gente sempre espera que o ano nos traga coisas boas, como se essas coisas pudessem ser compradas no shopping.

Esquecemos que o futuro é construído nas grandes e pequenas escolhas que fazemos hoje. Escolhas que não refletem o que você tem, mas quem você é.

Então, eu desejo que, em 2016, você SEJA. Que você se desligue do que está fora e olhe para dentro e descubra quem você é.

E que do dia primeiro de janeiro em diante, você consiga, a cada passo, decidir e escolher ser você. E construir a vida que é sua.

E que nessa vida a expressão cada vez mais perfeita de quem você é, você seja prosperidade, amor, saúde e talentos. Que você seja paz. Que você seja alegria. E tristeza também. Que você integre tudo isso. E seja autêntico. Afinal, 2016 é o ano de ser você.

(Carta de final de ano do Personare)

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: