Observe

As pessoas não vão te dizer o que sentem. Elas vão se resguardar e vão manter todos os sentimentos – inclusives os escusos – presos em alguma fortaleza, em alguma masmorra, inatingível e inalcançável. É preciso reparar. Em palavras que são utilizadas de forma discreta, mas repetidamente. Em sinônimos. Não apenas em olhares e formas de olhar, mas na lentidão do piscar. Para o que de olha. Para onde se olha. Em gestos, em sua forma brusca ou delongada, se é feito de forma consciente ou impulsiva. A comunicação não verbal, coisa básica que aprendi no primeiro ano de jornalismo, diz muito mais e é muito mais profunda do que palavras e textos inteiros jamais seriam. Elas são capazes de revelar intenções que nem mesmo seus portadores são cientes.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: