O beijo

Ouvi essa música e me lembrei do seu beijo.

(O beijo azul em câmera lenta na hora do rush.)

(…)

Não conseguia te ver claramente.

Sua pele estava naquele tom de azul bonito,

de fim de tarde, da sua cidade.

De quando o sol se põe.

Eu conseguia ouvir seu coração pulsando pelos poros.

Você me abraçava e não queria me deixar ir.

Não sabíamos o que fazer.

Foi um beijo desproposital.

(…)

O beijo

Foi

Um despropósito.

Despretensioso.

Você, com as mãos na minha cabeça.

Acredito que uma lágrima tenha saído de algum de meus olhos.

Sem história.

Sem passado.

(…)

Em mim

Aquele beijo

Ainda acontece.

[O passeio]

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: