092/2014

A verdade é que, todas as vezes que me aconteceram coisas boas, secretamente, eu sempre pensei: “eu vou sentir falta disso, quando acabar”. E todas as vezes que me aconteceram coisas terrivelmente ruins, eu pensava (penso): “vou ficar melhor quando essa porcaria acabar”.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: