Vulnerável

Tenho pensado muito em algumas coisas da minha vida das quais não consigo me desapegar simplesmente e em todas as vezes que penso nisso eu encontro a mesma resposta … É porque não quero me sentir vulnerável.

A vulnerabilidade é aterrorizante. É expôr-se e se permitir ser empurrado e até mesmo derrubado. É permitir-se se abrir; dar espaço para algo novo – algo que terá o potencial de te destruir.

Mas não é esta a questão?

Às vezes precisamos ser quebrados para que possamos nos quebrar de uma vez e assim nos tornarmos livres. Assim, podemos crescer. Crescimento não acontece se você não se arrisca ou se apenas se apoia em coisas que já não te servem. O primeiro passo para o crescimento é a vulnerabilidade. É fazer a escolha consciente de fazer algo novo e diferente.

Mesmo que isso signifique um novo fracasso.

E a vulnerabilidade nem sempre significa que você vai falhar ou se machucar.

Às vezes você se abre e coisas boas começam a se desdobrar à sua volta.

De qualquer forma você tem que estar vulnerável primeiro pra que isso aconteça.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: