Férias

Acho que o meu cérebro mudou quando percebi que eu estava cada vez mais mais próxima das minhas férias. Meu corpo começou a ficar mesmo mais mole. Eu demorava o dobro de tempo para fazer qualquer coisa – isso porque no cotidiano eu já sou lerda o suficiente. A percepção do tempo mudou, os dias começaram a ficar incrivelmente mais longos do que eu queria. O meu cansaço, gradualmente, começou a pesar bem mais que o normal, como se eu já tivesse arranjando a desculpa de que “olha, eu estou mesmo cansada e preciso de férias”. Isso tudo que senti foi real, mas acredito que se eu soubesse que ia entrar de férias um dia antes das férias propriamente dito, nada disso teria acontecido. É ridículo. Resumindo a idéia: foi como se eu tivesse corrido uma maratona inteira, de boas, em primeiro lugar e em ótimo estado, e nos últimos 200m eu começasse a querer a andar. Sei que isso é natural, mas também acho meio ridículo.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: