Sensatez

Queria poder escrever sobre a tentativa – pífia, torta e simplesmente errada – de se esconder o que não pode ser escondido. E também sobre a tentativa de se manter o que não se pode ser mantido. Certamente eu teria muitas linhas para desenvolver um pensamento sobre estes tipos de tentativas frustradas e frustrantes.

Mas a verdade é que eu não tenho permissão para publicar nada sobre o que eu sinto.

Porque, obviamente, o que eu sinto não me pertence.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: