A condiçã (sic) humana

– Ontem eu vi o clipe de “Irreplaceable” da Beyoncé.. E eu e uma amiga minha ficamos conversando sobre como seria bão se a gente fosse milionária e gostosa e pudéssemos dar um fora num negão gato e tal.. E pegar as coisas dele tudo de volta..

– milionária => gostosa

– Por que no clipe é assim: a Beyonça tá terminando com um negão gatz lá.. E tira tudo dele e pá.. Quinvéja. Vida ingrata.

– Vocabulário de lógica basico: A => B significa: Se A, então B. Ser gostosa enquanto milionária é fácil. Grana => Gostosa.

– Assim.. O ritmo dessa música é massa.. Mas a letra é surreal. Ela diz algo do tipo “E tu tava lá com outra vadia com o carro que eu te comprei”. Tipos… Oi? Comprou pq quis?!

– Hahahahaha…

– Essas preta americana me dão nos nervo as vezes. Bandirecalcáda. Elas reclamam das próprias babaquices que fazem!! E só elas num percebem isso. Acho que eu mesma só fui perceber isso hoje em dia.. Vai ver é um reflexo de mim mesma. Tem muita música da Destiny’s Child que é legal.. Mas tem umas letras que forçam a amizade. Eu leio as letras e fico pensando “Cara.. Se for pra eu dizer isso pra um cara algum dia… É pq alguma merda eu fiz merda antes.. Só pode. Ninguém fala isso de graça pra ninguém…”

– A maioria das pessoas reclamam das próprias merdas que fazem…

– Sim, mas elas não reconhecem como se fossem elas. Daez meio que ficam se vitimizando / martirizando. Ou o q é pior no caso das r&b singers: inflando o próprio ego, tipo “eu sou melhor que isso!”… Pff.. Hahaha…

– É a condiçã humana. É a condiçã ridim en blus.

– Os ridim é 10.. Agora os blus fóde a vida. Melhor nem prestá atenção. E essa Ingrid Michaelson até que canta bonitinho, mas tem umas carinha de nerdz. Acho ela bonita mesmo assim…

– Sim, ela é fofa.. but I like my bitches the way i like my coke: big, black and sugar free!

– HAHAHAHAHAHAHAHAHA… *morre*

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: