Tapinha nas costas

Tapinha nas costas é o cúmulo da infâmia. Tapinha nas costas é quase que um desrespeito.

Cara que me abraça e me dá tapinha nas costas, lhes asseguro que não vai me comer nunca. Nunca, nunca, nunca. Por 2 motivos: 1. Por que muito provavelmente não quer me comer mesmo. 2. Por que eu não vou dar. De jeito maneira.

Tapinha nas costas uma ova.

Se eu te dou um abraço com tapinha nas costas, pode crer também que eu nunca vou dar pra você. E nunca mesmo, no sentido certeiro da palavra.

Tapinha nas costas é o sinônimo primordial de amizade.

Homens com amizade mais íntima ainda dão aquele tapinha infame no peito, do lado do coração, que também quer dizer uma coisa que eu não entendo o que é. Acho que só os homens entendem o que isso é.

Homens não dão tapinhas no peito da mulher por motivo óbvio: porque daí a coisa toda fica sexualizada e não dá certo. Mas o tapinha pode ser dado em outro lugar, em um contexto adequado.

Se você gosta de uma mulher, mesmo, de verdade: não dê um abraço com tapinha nas costas dela. Não faça isso. É um desrespeito, é um fingimento. Tapinha é na bunda. Tapinhas nas costas não.

Por favor.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: